Santo Aleixo “em sentido contrário”

As eleições autárquicas, no século XXI, têm-se sido complicadas para a Câmara Municipal de Monforte e para a Junta de Freguesia de Santo Aleixo. Desde do início deste século, realizaram-se quatro votações para o Poder Local, e em todas elas a opção partidária ganhadora foi diferente quando comparamos os resultados da CM Monforte com a JF de Santo Aleixo.

Como podemos ver, na tabela seguinte, quando a CDU ganhou a CM Monforte, o PS ganhou em Santo Aleixo e vice-versa.

Santo Aleixo, a segunda maior freguesia do Concelho

Esta disparidade nos resultados, tem ainda mais importância, já que a freguesia de Santo Aleixo é a segunda maior em termos de eleitores do Concelho, sendo apenas superada pela sede de Concelho. Ainda assim, no espaço entre 2001 e as eleições do próximo dia 1 de outubro, a freguesia perdeu 228 eleitores, o mesmo será dizer, apresenta uma redução de 30% no espaço de 16 anos.

Como podemos ver, na tabela seguinte, apesar da redução consecutiva de eleitores, a percentagem de votantes não tem oscilado muito, mostrando que os eleitores de Santo Aleixo vão às urnas decidir o destino da sua freguesia e do seu Concelho. Desta forma, é possível concluir que os eleitores de Santo Aleixo colocam as Pessoas à frente dos Partidos, tornando o seu voto nas eleições autárquicas muito pessoal. O caso mais vincado desta situação, reside no facto de António Bagorro ter sido eleito as duas vezes, por partidos diferentes.

Posto isto, será que vamos ter, pela primeira vez neste século, a CM Monforte e a Junta de Freguesia de Santo Aleixo a serem lideradas através do azul da CDU, do laranja do PSD ou do rosa do PS? Será que o amarelo e azul do CDS-PP se vai intrometer e ser decisivo para o resultado final das eleições?

Dia 1 de Outubro não deixe para os outros, o que pode fazer a diferença para si. VOTE!

Opinião dos intervenientes:

Gonçalo Lagem, Candidato da CDU à CM Monforte

“É um facto interessante, que nos prova que os partidos e as pessoas nas autárquicas, a população distingue. Sou da opinião que devem ser os partidos a servir as pessoas e não as pessoas a servirem-se dos partidos para seu próprio interesse. Nesse campo estou completamente tranquilo, porque a colaboração que a CM Monforte teve com a JF Santo Aleixo, sendo de um partido diferente, foi exactamente igual à que teve com Juntas do mesmo partido. E poderia até ser superior, se as circunstâncias assim o exigissem. Com a conquista da Praça de Touros, a Câmara colaborou imenso com a Junta de Freguesia de Santo Aleixo, só a iluminação da Praça ascendeu a 7 mil euros, e todos os recursos humanos empenhados nesta grande vitória para a População. É irrelevante, o que importa, é que, quem venha a ganhar, trabalhe afincadamente para as pessoas, ao lado delas e apareça, tenha proximidade e disponibilidade”.

Pedro Ferreira de Carvalho, Candidado pelo CDS-PP/MPT/PPM à CM Monforte

“Nas eleições deste século (2001, 2005, 2009 e 2013) o partido que ganhou a CMMonforte foi sempre diferente do que ganhou a JF Santo Aleixo, a isto se chama Democracia. É a prova que cada vez mais nas autárquicas, os eleitores votam em pessoas e não em partidos! O romantismo político das ideologias partidárias por vezes utópicas, pouco ou nada interessam no que ao Poder Local diz respeito. Interessa assim, a pessoa que se disponibiliza para gerir os destinos do Concelho em questão. A sua formação enquanto cidadão, a sua experiência académica e profissional, e obviamente o que se propõe a fazer para “oferecer” uma vida mais justa e digna aos seus eleitores. É imperativo transformar o Poder em Serviço real às populações”.

 

Miguel Rasquinho, Candidato pelo PS à CM Monforte

“Os eleitores de St. Aleixo sempre foram extremamente perspicazes no que diz respeito à sua forma de votação sabendo distinguir as diferentes candidaturas concorrentes à Câmara e à Junta de Freguesia. Acima de tudo interessa-lhes eleger um Presidente de Câmara que defenda o Concelho no global e a sua Freguesia em particular, razão pela qual sempre têm votado maioritariamente para estes órgãos no PS. E nunca se deram mal com isso uma vez que sempre que este partido esteve a gerir a Câmara de Monforte, St. Aleixo deu um salto qualitativo notável! Em relação à Junta de Freguesia passa-se exatamente o mesmo, ou seja, a escolha dos Santoaleixenses sempre foi sábia e com otimos resultados. Também aqui o PS vence invariavelmente e mesmo no mandato em que a CDU venceu, através da candidatura do António Bagorro, esta freguesia soube bem o que queria uma vez que este jovem, desde que tem estado à frente dos destinos da Junta independentemente do partido que o elegeu, sempre defendeu os interesses de St. Aleixo como ninguém! E vai continuar a fazê-lo depois do dia 1 de Outubro quando for eleito Vice-Presidente da Câmara! Ele e a candidata do PS à Junta de Freguesia, Ivone Raimundo a qual, quando for eleita Presidente da Junta, irá com toda a certeza defender como ninguém a sua terra! A Ivone, sendo jovem e desde sempre preocupada com os problemas de St. Aleixo, participando desde há muito tempo na sua vida social é indiscutivelmente a candidata que melhor defenderá os destinos da Freguesia. ”

Cristóvão Crespo, Candidato do PPD/PSD à CM Monforte

“A questão colocada remete para o falhanço que tem sido a governação do Concelho, e neste caso em concreto da Freguesia de Santo Aleixo, ao longo dos últimos anos.
Mais que a alternância de poder, resulta evidente a incapacidade e falhanço tanto do PS como da CDU para enfrentar e resolver os problemas das pessoas de Santo Aleixo.
É evidente neste ano de 2017 que se continuarem os mesmos a governar, os resultados serão iguais aos do passado, isto é, muitas promessas, mas resultados nulos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.