Entrevista a Miguel Rasquinho, candidato do PS à CM Monforte

Veja o vídeo da entrevista aqui.

Qual o balanço que faz da governação da atual equipa camarária?

O trabalho da actual equipa camarária tem sido nestes 4 anos simplesmente de gestão política da situação. Se repararmos bem, aquilo que tem sido feito ( e aqui aplaudo ) tem sido tão somente dar corpo e prosseguir algumas das coisas ( infelizmente não todas ) que a equipa do PS tinha deixado pronto e projetado. Fazendo apenas e só uma análise breve aos projectos de maior dimensão vejamos:

* Lar de St. Aleixo – Obra de autoria do PS, contra a qual a actual equipa sempre foi no que diz respeito á sua forma de construção ( efectuada pela Câmara Municipal ). Lembro-me bem de a CDU dizer que o Lar de St. Aleixo teria que ser construído não pela Câmara, mas sim pelas entidades locais ( Centro de Dia ) que para isso teriam que criar a sua própria dinâmica. Foi até dado como exemplo o Lar de Vaiamonte.

* Centro Escolar de Monforte – Projeto feito pela equipa do PS e iniciada por nós a sua negociação com a Delegação Regional da Educação, CCDR, CIMAA e Ministério da Educação. Este também era um projecto com o qual a CDU não concordava uma vez que, na sua opinião, “iria encerrar as escolas das freguesias”. Isso não era de todo verdade, uma vez que comprovadamente apenas estava previsto o encerramento da Escola Básica ( Primária ) de Monforte. Apesar desta resistência, a CDU também aqui voltou a dar-nos razão uma vez que deu continuidade ( e bem! ) ás nossas pretensões. Ao contrário do PS, inicialmente só pretendiam a construção da escola do 2º e 3º ciclo. No entanto, e mais uma vez, deram-nos razão e já está prevista a construção total da nova escola de Monforte. Espero que, para além da componente relativa á pré primária, 1º, 2º e 3º ciclo incluam também a Unidade de Multideficiência como nós tínhamos projectado.

* CIT – Centro Interpretativo Tauromáquico de Monforte – Uma obra ainda iniciada por nós, numa aposta decisiva nas nossas tradições tauromáquicas. Para se defender este nosso património cultural, não basta promoverem-se algumas viagens de acompanhamento dos nossos toureiros como o actual executivo ( e bem ) tem feito. Nunca se defendeu tanto esta nossa tradição e tudo o que gira à sua volta ( toureiros, forcados, bandarilheiros, ganadarias, etc ) como no mandato 2009/2013! Só lamentamos que o projecto inicial do CIT tenha sido em grande parte desvirtuado, uma vez que a sua construção previa a ocupação dos dois pisos do edifício, bem como a instalação condigna do Grupo de Forcados de Monforte também nessas instalações. Até a dinâmica prevista para este centro está completamente esquecida. Aquilo que deveria ser um local de estudos, projectos, conhecimento, debate, promoção, divulgação e aprendizagem da festa brava é apenas e só hoje em dia um local onde se realizam algumas exposições e pouco mais. Valham-nos os seus excelentes funcionários que conseguem manter diariamente a dignidade e valorização deste espaço.

Por ultimo, de menor dimensão mas não menos importante, não podemos deixar de fazer referência a alguns aspectos extremamente negativos da actual gestão. A limpeza urbana está completamente esquecida. Longe vão os tempos em que, no anterior mandato, as principais zonas de Monforte eram alvo de limpeza também aos fins de semana. Por exemplo, quando as pessoas se reuniam na Praça da Republica nos sábados e domingos de manhã já a sua limpeza estava concluída. Também as obras por administração direta foram completamente esquecidas. Falando só de St. Aleixo, gostaria apenas de recordar dois ou três exemplos realizados por nós. A zona de lazer junto ao Centro Cultural, o pequeno arruamento junto à escola e as casas de banho públicas também junto a esta mesma escola. Foram pequenas obras realizadas em estreita colaboração com a Junta de Freguesia, com custos mínimos mas de grande utilidade para a população. Também as outras freguesias foram alvo de intervenções idênticas. Recordo apenas e só a recuperação e requalificação completa da Praça de Touros de Monforte que, quando tomámos posse em 2009, nem licenciamento para a realização de espectáculos tauromáquicos possuía, uma vez que as obras exigidas pelas entidades competentes nunca foram realizadas! Esta obra foi realizada quase exclusivamente pelos nossos funcionários! Recordo até as palavras de alguns que nos diziam ser impossível a sua conclusão pelo nosso pessoal e que, a meio, teríamos que recorrer a uma empresa privada! Provámos mais uma vez que tínhamos razão! E por falar de funcionários municipais, não posso deixar de referir a diferença existente entre a nossa gestão e a do actual executivo. Como pequeno, mas extremamente importante exemplo, uma referência para o actual horário de trabalho praticado.

Verdadeiramente, os trabalhadores da Câmara de Monforte não estão a fazer o horário de 35h semanais! Apenas as cumprem porque estão a laborar em jornada continua! Recordo até um episódio caricato relativo a esta situação. Desde sempre que o pessoal que trabalha diariamente “na rua” durante o Verão faz jornada continua e inicia as suas tarefas mais cedo. No entanto a redução efectiva do horário não está a ser praticada como nós o fazíamos!

Siga a numeração para continuar a ler a entrevista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.