Mário Gonçalves já não é o candidato do CDS-PP à CM Monforte

O presidente da Concelhia do CDS/PP de Monforte, Mário Gonçalves, anunciou no final do mês passado a sua demissão do cargo e confirmou o apoio a Nuno Mocinha, candidato do PS em Elvas às próximas eleições autárquicas.

Comunicado de Mário Gonçalves:

“Face aos muitos boatos que surgem no momento devido à minha “ausência política” devo neste momento esclarecer os mesmos:

Na nossa vida passamos por diversas situações que nos fazem aprender para melhorar as nossas atitudes e acções no futuro. Foi o meu caso.

Em 2013 aceitei prontamente ser o Diretor de Campanha de Tiago Abreu pelo CDS-PP, aquando a sua candidatura ao Município de Elvas. Penso ter desempenhado bem as minhas funções. Enverguei a camisola do CDS-PP durante quase 4 anos.

Fui além disso um grande defensor da Política Direita, tendo organizado várias acções de manifestação contra o atual governo liderado hoje por António Costa do Partido Socialista.

Aceitei ser Presidente da Comissão Política e Concelhia do CDS-PP de Monforte, tendo também anunciado oficialmente nos diversos órgãos de comunicação social a minha candidatura ao Município deste Concelho.

Sempre defendi uma política justa e verdadeira. Nunca escondi as minhas raízes políticas antes de me ter filiado no CDS-PP. Sempre tive uma maneira diferente de ver as coisas, onde muitas vezes muita gente me dizia que as minhas acções eram de alguém de esquerda e nunca de direita.

Penso que essa é uma ideia errada. Penso que tanto a Política Direita como a Política Esquerda podiam chegar a um consenso e trabalhar em prol daqueles que realmente necessitam nos dias de hoje. Talvez o País melhorasse se ambos os Partidos se juntassem e trabalhassem em conjunto de modo a colmatar diversos problemas do nosso quotidiano.

Com tudo isto quero aqui deixar claro que falei com o meu caro amigo, Presidente da Distrital de Portalegre do CDS-PP, Tiago Abreu, pedindo a minha demissão do cargo de Presidente da Concelhia do CDS-PP de Monforte, sendo que também não apresentarei por motivos óbvios a minha candidatura ao Município.

O mesmo entendeu e soube separar a amizade que nos une para além da política. Por questões profissionais e pessoais não disponho de tempo suficiente para dar ao meu Concelho. O tempo que realmente é necessário para dar vida ao mesmo e uma nova etapa.

Lamento e desde já peço desculpa a todos os meus conterrâneos que confiaram no meu trabalho e depositaram em mim o seu total apoio. Não posso de forma alguma deixar de agradecer também ao CDS-PP, na qualidade do seu Presidente Distrital, Tiago Abreu e da minha cara amiga, Presidente Nacional, Assunção Cristas, todos os momentos que me proporcionaram na vida política tendo-me ajudado a crescer como político e acima de tudo como pessoa.

Neste momento como já referi, estou empenhado na minha vida Profissional e Pessoal, quero tirar o meu curso superior e quiçá no futuro as coisas possam ser diferentes e com mais calma disponha do tempo que hoje não tenho.

Em relação a outro assunto que muitos têm comentado sobre Elvas e o candidato pelo partido socialista, Nuno Mocinha, sim é verdade, serei um dos seus apoiantes à sua candidatura ao Município de Elvas. Deixei bem explícito o meu apoio num post que tinha feito anteriormente.

Não estou chateado com o Tiago Abreu como muitos comentam, a nossa amizade do que depende da minha parte e tenho a certeza que do mesmo também, irá manter-se igual.

Decidi apoiar Nuno Mocinha porque acredito no seu projeto e na continuação do mesmo para Elvas. Esta é a verdade e não posso deixar de a escrever.

O único boato que possa haver é apenas este.

Deste modo termino desejando a todos os candidatos uma política justa baseada em fazer o bem para aqueles que realmente necessitam. Toda a sorte do mundo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.