Entrevista a Rui Maia da Silva

No passado dia 27 de Agosto de 2007, desloquei-me a Monforte, mais concretamente à Câmara Municipal, no intuito de apresentar este site ao Sr. Presidente da Câmara de Monforte, o Sr. Rui Manuel Maia da Silva. Depois dessa apresentação, falámos e fiz algumas perguntas sobre o concelho e sobre Santo Aleixo.

  • Qual o Balanço que faz, dos seus 10 anos como presidente da Câmara?

     Têm sido 10 anos mais positivos que negativos. Apanhei grandes desilusões e já tive emoções bem fortes. Quando fui eleito em 1997, vinha com grandes aspirações, pois Monforte é um concelho aliciante para governar.

  • Quando foi eleito, em 1997, como encontrou a Câmara?

     Havia um clima de pouca seriedade, onde ninguém acreditava em ninguém. Um verdadeiro clima de aldrabice, que com a minha presidência acabou.

  • Qual foi a sua 1ª grande vitória, enquanto presidente?

     Foi não ter feito a lixeira de resíduos industriais, pois iria apenas servir os concelhos dos arredores, já que na altura não havia praticamente indústria no nosso concelho, que sobrevivia à base da agricultura. Tive uma dupla vitória, pois não fiz a lixeira como ainda recebi o dinheiro se a fizesse.

  • Como são as suas relações com o actual presidente da Junta de Santo Aleixo, o Sr. Joaquim Piçarra?

As relações são boas, apesar de o Sr. Joaquim Piçarra ser pouco dinâmico, mas é muito bom rapaz. Fiquei um pouco surpreendido por ter sido reeleito em 2005.

  • Pode descrever-nos a história da Praça de Toiros de Santo Aleixo?

Tudo começou com a junta de freguesia de Santo Aleixo, na altura em que o Sr. Oliveira era o presidente. o Sr. Oliveira consegue desenvolver e criar algumas infra-estruturas como por exemplo o campo de futebol e a praça de touros, só que na altura não as registou como propriedade da junta. Essas infra-estruturas foram feitas com o terreno a ser dado pelo Sr. Dr. Tavares. Entretanto, tanto o Presidente Oliveira como o Sr. Tavares morrem, com o Sr. Tavares a morrer sem ter qualquer filho. A única herdeira é portanto a afilhada do Sr. Tavares, que entretanto casa com um homem sem escrúpulos, que regista a praça em nome da Sr. Dona Isabel, viúva do Dr. Tavares, largos anos depois. Nessa altura o presidente da Junta é o Sr. José Maria, que entra em conflito com a Sra. Dona Isabel por causa duns bilhetes da tourada. Mais tarde, o actual presidente da Junta, o Sr. Piçarra comete um erro e escreve uma carta a pedir a praça à Sra. dona Isabel. O Povo fez a praça! A praça é do povo e de mais ninguém! O caso foi para tribunal e continua até hoje. O Sr. Piçarra pediu alguns advogados à Câmara, que nós cedemos. Apesar de a justiça em Portugal ser lenta, não acredito que a Sra. Dona Isabel saia vitoriosa.

  • O que achou da ideia do convívio de Santo Aleixo, no Parque do Serrado, Amora – Seixal?

Uma das melhores coisas que Santo Aleixo tinha, com muita cultura e convívio, onde pessoas se reencontravam muito anos depois. Uma festa bonita. Foi uma pena ter deixado de haver, perdeu-se alguma cultura das gentes de Santo Aleixo.

  • O que tem a dizer a qualquer pessoa, para o cativar a vir viver para o concelho de Monforte?

No Concelho de Monforte, existe uma qualidade de vida difícil de encontrar, muita riqueza ambiental, uma disponibilização de equipamentos per capita elevada, com 3 piscinas, 3 courts de ténis, um polidesportivo, uma biblioteca nova, entre muitas outras coisas. Só vive fora de Monforte quem não conhece, e que cá vive aprecia.

  • Durante a sua presidência, e nomeadamente nos últimos tempos, em Santo Aleixo, inaugurou a fonte luminosa e reconstruiu a escola. Quais os próximos projectos para o desenvolvimento de Santo Aleixo?

O principal objectivo até ao final do meu mandato, é que toda a gente de Santo Aleixo tenha saneamento básico, para aumentar a qualidade de vida. Tencionamos fazer também o lar de dia/noite nas antigas escolas. Um outro projecto que gostava, era fazer casas para pessoas carenciadas, e em Santo Aleixo temos já algumas pessoas referenciadas para essas casas.

  • Quais os projectos para o Futuro?

Aumentar a zona industrial em 3 ou 4 vezes o tamanho actual, já que neste momento está completamente esgotada ( fábrica de enchidos, de peles, azulejos pintados à mão, etc.). Temos ainda 3 grandes projectos, apesar de apenas 2 poderem ser tornados públicos neste momento. Esses 2 projectos são : Um kartódromo no concelho e ainda um turismo de qualidade para os lados de Santo Aleixo.

  • Temos um concelho extremamente envelhecido, existem medidas para incentivar os jovens casais a ficarem pelo concelho de Monforte?

Criamos condições para os jovens casais puderem ter a sua própria casa, já que vendemos os terrenos por 5€ o metro quadrado, com preferência para os jovens. Temos também emprego para todos.

  • Defina Santo Aleixo numa frase?

Terra agradável, bonita e com um cunho mais típico da nossa região.

Site muito agradável, onde Santo Aleixo sai beneficiado, pois a Internet é um mundo.

  • Se tentasse convencer um forasteiro a visitar o nosso concelho, que locais aconselharia?

Poderia ficar no hotel do concelho, que tem cerca de 50 camas ou num turismo de habitação de qualidade. A partir daí, aconselho a visitar as 4 freguesias ( Monforte, Assumar, Vaiamonte e Santo Aleixo), as ruínas romana de Palma, as piscinas, os courts de ténis, ou então o campos cobertos de flores do nosso Alentejo.

  • Vai voltar a candidatar-se nas próximas eleições?

Não sou eu que decido, mas não me importo de ser de novo candidato, apesar de não ter muita vontade, pois 12 anos é muito tempo. Acredito que as renovações periódicas nas autarquias, é um bem necessário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.